Buscar Especialidades

Angiotomografia coronariana: entenda o que é

25/09/2017

 

As doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames, são as principais causas de morte no Brasil e no mundo. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 17 milhões de pessoas morrem todos os anos por causa delas, principalmente nos países em desenvolvimento.

Mas, muitas vidas poderiam ter sido salvas com a adoção de hábitos de vida mais saudáveis (dieta equilibrada, atividades físicas, consumo moderado de bebidas alcóolicas, não fumar etc.) e também com a realização de exames que permitam identificar patologias cardíacas a tempo de tratá-las.

A angiotomografia coronária, exclusividade do Instituto de Neurologia do Amapá (Inneuro), é um destes procedimentos. A realização do diagnóstico preciso identifica pessoas com risco de desenvolver problemas cardiovasculares e possibilita a implementação do tratamento adequado.

Descubra mais sobre esse método não invasivo e seguro, e entenda como ele pode ajudar homens e mulheres a viverem melhor e por mais tempo.

 

O que é angiotomografia cardíaca e quem pode fazer o exame?

Como o nome explica, a angiotomografia coronária é um tipo de tomografia que realiza exames de imagem do coração do paciente. Ela permite aos médicos visualizarem as paredes e as artérias do coração e, consequentemente, identificarem possíveis obstruções que causam desconforto, dor ou até mesmo infarto.

O grande diferencial deste método é a sua característica não invasiva que oferece baixo risco e pouco ou nenhum desconforto – diferentemente do cateterismo, por exemplo, que pode gerar mais complicações. Ao mesmo tempo, é um diagnóstico preciso para a avaliação clínica.

A angiotomografia coronária é indicada para pacientes com sintomas característicos de problemas cardíacos, como a falta de ar e a dor no peito, desde que avaliados com risco cardiovascular baixo ou intermediário ou com sintomas atípicos.

Aqueles pacientes de alto risco, com forte suspeita de doença cardiovascular ou com histórico de infarto, são encaminhados diretamente para o cateterismo e não precisam fazer a angiotomografia.

 

Como funciona e quais as contraindicações?

O funcionamento deste exame é muito semelhante ao das demais tomografias computadorizadas. O procedimento completo dura entre 20 e 30 minutos e o primeiro passo é a injeção de contraste, geralmente em uma veia periférica de um dos braços para garantir a melhor qualidade da imagem.

Em seguida, o paciente é encaminhado para a sala de exames e permanece deitado na cama do tomógrafo, evitando ao máximo qualquer tipo de movimento. Durante o diagnóstico, o usuário será instruído por profissionais a realizar pausas na respiração para a captura das imagens, as quais são feitas por uma fonte de raio-x que gira em torno do paciente, e são posteriormente processadas por um sistema de computador.

A preparação para a angiotomografia cardíaca inclui o jejum de no mínimo 4 horas e evitar atividades físicas no dia anterior. As mulheres em fase de amamentação devem interromper o aleitamento por um período de 24 a 48 horas.

Apesar de ser um método não invasivo e com baixo índice de complicações, o exame é contraindicado para pacientes com histórico de alergias ao contraste, com sintomas de alto risco de doença coronária, com mais de 130kg ou com arritmia cardíaca e mulheres grávidas.

Inneuro – Um novo tempo à vida

Postado em Blog