Buscar Especialidades

Mamografia: o câncer de mama pode ser evitado com prevenção e tratamento

15/01/2018

Saiba sobre prevenção, sintoma, tratamento e cura da doença que mais mata mulheres no Brasil e no mundo.

O câncer de mama é uma doença com números alarmantes no Brasil e em todo o mundo: é o tipo de carcinoma que mais mata mulheres em todo o planeta. A Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer aponta que 25% de todos os tipos de câncer que acometem o sexo feminino são de mama, mostrando dados preocupantes e apontando para a necessidade de campanhas preventivas, como o Outubro Rosa, para alertar a população sobre os riscos desta violenta doença. Estima-se que quase 2 milhões de mulheres sofram com o câncer mama todos os anos – 60 mil apenas no Brasil. E a mamografia é o melhor e mais preciso exame para prevenir o câncer de mama.

Prevenção: seu melhor aliado

Não há nada mais eficaz no combate ao câncer de mama que a prevenção e diagnóstico precoce – que aumente e muito as chances de cura. Para isso, é preciso que todas as mulheres, desde a adolescência, façam o autoexame de toque nas mamas ao menos uma vez por mês, buscando nódulos e corpúsculos estranhos na região. Em mulheres acima de 40 anos, a prevenção deve ser ainda mais incisiva: a mamografia deve ser realizada com uma incidência, no mínimo, anual, através de um mastologista.

Conhecendo os sintomas

Realizando o autoexame preventivo de toque, é preciso entender quais sintomas apontam para o câncer de mama: o principal deles é decorrente, como acima descrito, de caroços nos seios, ou quando há uma deformidade, mancha e características estranhas na região da mama. Outra situação sintomática do câncer de mama é quando há líquidos que saem do bico. Por isso, qualquer diferença notável pode ser algum tipo de tumor, mas há casos que essas características são decorrentes de outros problemas – por isso, ao notar algo estranho, consulte seu médico.

O tratamento e a cura

O tratamento do câncer de mama depende do estágio e da forma que a doença se encontra no organismo da pessoa. As principais formas são intervenções cirúrgicas para retirada da pele comprometida, quimioterapia e radioterapia. Os três casos são realizados quando o tumor é considerado maligno e pode se espalhar – ou já se espalhou – para regiões próximas, como as axilas. Este caso é chamado de câncer de mama metastático e depende da avaliação de cada caso para ver qual é o melhor tratamento – que pode envolver os três procedimentos. Quando o tumor é benigno, não há necessidade de intervenção na maioria dos casos, mas acompanhamento rotineiro.

A cura depende de cada caso, mas é possível controlar os efeitos causados pela doença com determinados procedimentos. Em casos onde há a metástase regional, ou seja, um local específico do tumor, é possível realizar o tratamento com os métodos descritos acima. Já quando a metástase é sistêmica – já atingiu outros órgãos ou caiu na corrente sanguínea – pode não haver a cura efetiva, mas busca-se aumentar o tempo e a qualidade de vida da paciente.

Faça agora mesmo seus exames

O Instituto de Neurologia do Amapá – INNEURO, sabendo da importância da prevenção contra todo tipo de câncer, uniu o Outubro Rosa com o Novembro Azul, oferecendo condições exclusivas e preços diferenciados para a realização de exames específicos que visam a diagnosticar a doença. Com o objetivo de diminuir cada vez mais a incidência da doença que mais mata mulheres em todo o mundo, é possível fazer o agendamento da consulta ao ligar para uma das unidades do INNEURO, ou pelo proprio site, clicando aqui. Assim, não deixamos que o câncer de mama vença esta tão importante batalha.

Postado em Blog | Tags: , ,